Porque eu decidi revender cosméticos naturais e veganos

Revender cosméticos naturais e veganos, a partir de 2008, mais ou menos, foi uma forma de eu usar esses produtos. E ao mesmo tempo poder incentivar outras pessoas a usarem também.

A primeira experiência em revender cosméticos naturais e veganos

Na época eu era  sócia do Triambakam Arte Ciência e Espiritualidade e dava aulas de Yoga. No espaço eu pensei em cada detalhe para ser o mais socialmente justo e ecologicamente correto. Os tapetinhos eram de resíduos de toalhas, feitos por artesãos locais o que dava um toque de acolhimento aos pés. Os lustres eram de cestas indígenas, assim dava um ar mais natural, apesar de ser num edifício. O sabonete não poderia ser outro que não um natural, né?! Muitas vezes feito por mim.

Apesar de não me identificar muito com a cozinha, me dedicava a fazer meus cosméticos e vendia alguns sabonetes! Já com o cuidado de encontrar uma glicerina 100% vegetal, que era bem rara.

Ralava sabão para lavar as roupas ou fazia a receita de sabão líquido que recebi do meu “Ecoguru”, Luiz Jacques Saldanha. Ao mesmo tempo via amigos e amigas super naturebas que não cuidavam dessa parte de fazer seus cosméticos. Daí pensei: realmente é preciso deixar essa parte mais prática para diminuir as objeções.

Foi aí que descobri a VivaPlantae, primeira marca de cosméticos naturais e veganos – de verdade – industrializada que conheci, da Juliana Faber. Entrei em contato para viabilizar a compra e o frete para eu usar ajudaria se eu vendesse. E foi o que fiz! Comprei 3 caixas de xampus e condicionadores para usar e vender! Que delícia receber as caixas!  Sentir que todo aquele peso nas caixas era a mudança que eu estava sendo no mundo! Todo aquele conteúdo representava o tanto de ingredientes poluentes que eu estava evitando de ir para as águas.

Uma coisa muda tudo

A sensação de ser a mudança que queremos ver no mundo é indescritível. É sentir o coração cheio de amor e alegria por todos os seres. É a plenitude de estar vivendo meu  propósito. Depois que a gente sente isso uma vez, tudo muda e só queremos mais e mais disso!

Eu seria outra pessoa se eu não tivesse decidido atuar em pequenas coisas da minha vida. Revender cosméticos naturais e veganos deve ter sido a mais transformadora das decisões. Eu não seria nem 10% do que sou e não teria nem 5% da realização que tenho.

Mas eu não quero ser vendedora

Na época que decidi revender cosméticos naturais e veganos eu não pensava em vender nada. Não me identificava com vendas. Mas ao me dar conta de que só assim, só por mim que algumas pessoas chegariam aos cosméticos naturais e veganos que enfrentei o desafio. Sim! Trabalhar com vendas tem vários desafios.  Qual o caminho profissional que não tem muitos desafios? E também a minha vontade de ver todos seres mais saudáveis e felizes num planeta mais verde e vibrante compensava qualquer desafio!

De vender os cosméticos da Viva Plantae passei a revender também absorventes reutilizáveis de uma marca artesanal equatoriana: La Lunas Bioabsorventes, tem até um vídeo no YouTube de uma entrevista minha sobre o assunto. Daí pra frente fui me tornando mais convicta do caminho. Não há consumo consciente sem produção consciente e sem vendas conscientes.

Argumentos de venda? Eu já tinha muitos, afinal eu transformava a simples necessidade de comprar um espelho em uma odisseia para encontrar o espelho mais bonito, ecológico e socialmente justo possível! Já pensou em viver uma vida assim?! Transformando cada escolha numa missão hercúlea? Assim que eu vivo faz uns 20 anos e empreendo faz uns 15.

Como ser a transformação que quero ver no mundo?

A essas alturas já deve ter adivinhado que sou ariana com ascendente em virgem. Sim! Como ter um virgem tão forte no mapa e não amar a natureza e fazer a coisa certa? Como não querer deixar tudo e todos na plenitude da sua perfeição? Revender cosméticos naturais e veganos foi uma resposta importante que encontrei a minha pergunta: como com os meus talentos posso dar minha melhor contribuição ao mundo?!

Essa pergunta também te persegue? Ou nunca nem pensou sobre isso? Dá uma inspirada profunda e visualiza uma vida em que seus talentos servem a um mundo cada vez melhor para todos os seres! Visualiza! Agora imagina cada ser humano vivendo assim! Uau!!! É o paraíso!!! Não é?! Vamos fazer isso acontecer?

Revender cosméticos naturais e veganos pode não ser no fim do dia a sua missão de vida. Mas essa experiência pode lhe dar o gostinho e experiências que ajudem você a encontrar o seu propósito mais especificamente.

No mínimo experimentará produtos maravilhosos, escolhidos com todo cuidado por mim e agora também equipe que formamos na Caule. Produtos para consumir de forma mais consciente com um valor mais em conta. E inspirar outras pessoas a fazerem essa mudança também. E no máximo? Bom no máximo dá para sonhar muito alto! Trabalho e oportunidades não faltam nesse mundo. Tem desafios? Muitos, mas quando a gente tá imbuída de propósito e confiante, coisas mágicas acontecem!

Se o caminho que escolhemos não existe a gente cria um caminho!

Campanha-Beleza-com-Consciencia-no-Laboriosa-em-Sao-Paulo
Revender cosméticos naturais e veganos – Laboriosa em Sampa
Sempre quis um trabalho com causa, com propósito! (Leia aqui um outro texto meu sobre a importância de ter uma causa na vida) Não achei vagas em empresas como esperava e gostaria, mas fiz acontecer. E gerar trabalho para quem quer trabalhar com causa para mim é imprescindível! Já me disseram: faz um site e vende direto ganha mais e se incomoda menos. Mas eu não quero ser rica e feliz eu quero muito mais do que isso!!! Eu quero viver em um mundo lindo, abundante e com todos os seres felizes e eu vou trabalhar sempre e a cada momento por isso!

As lágrimas estão escorrendo aqui, e eu rindo de mim mesma! Mas o peito tá leve! Espero que tenha gostado de saber mais sobre o meu começo ao revender de cosméticos naturais e veganos. E que essa parte da minha história inspire uma parte da tua história!

Em tempo, quer ler mais detalhes sobre a minha trajetória até idealizar a Caule eco.lógicos e o Caule Ecosalão e a trajetória de outras Agentes de Beleza integral?  Confere aqui o livro digital: A causa da beleza e realização no trabalho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *