Desodorantes naturais sem riscos para a saúde e o ambiente

Se você já eliminou as panelas de alumínio da sua casa, por que seu desodorante está cheio dele? Já pensou em usar desodorantes naturais?

Se cada vez mais pessoas estão cientes de que detox é necessário, inclusive como parte da rotina (a medicina ayurveda propaga isso a cerca de 10.000 anos).  Não faz sentido impedir o detox natural que acontece o tempo todo no nosso corpo – o suor! Suar é detox! Se suas glândulas sudoríparas trabalham bastante, as agradeça! Aliás, já viu essa palestra que eu dei no 1º Congresso Nacional de Aromaterapia (CONAROMA) – clique aqui para ver: Aromas Revelam a Beleza Integral 

Pensando nisso é que eu, Janine, mãe da Caule, pedi para a Alinne para escrever mais sobre os porquês de pensar melhor na hora de tentar exterminar o suor nas axilas.

*****

Usar desodorantes, antiperspirantes ou antitranspirantes? Qual a diferença entre eles? Será que são realmente benéficos? Você usa por necessidade ou “força do hábito”? Se ainda não tinha pensado sobre isso, está na hora de fazê-lo. Estudos correlacionam substâncias contidas nesses produtos a doenças como câncer e Alzheimer, além de outros problemas. A difusão dessas informações tem feito muitas pessoas abandonarem o uso desses cosméticos ou migrarem para os desodorantes naturais, cuja demanda não para de crescer por ser uma opção mais saudável, eficaz e estar cada vez mais acessível.

A função do suor

Primeiramente precisamos esclarecer sobre a importância do suor (sudação). A transpiração é um processo natural e indispensável ao bom funcionamento do organismo, portanto a aversão ao suor não é benéfica. Basta lembrar que é por meio dele que eliminamos toxinas, ou seja, se são impedidas de deixar o corpo, elas permanecerão no organismo.  Claro que quando em excesso (hiperidrose), a sudação pode ocasionar problemas quanto ao desconforto pelo odor e também quanto às lesões que podem surgir, mas para isso há tratamento.

Outro detalhe: o suor não tem cheiro. Quando sentimos um odor desagradável, estamos, na verdade, sentindo o cheiro do processo de desintegração de fungos e bactérias presentes nas axilas. Portanto, se algo está errado, devemos tratá-lo, não mascará-lo.

Antitranspirantes

É exatamente isso que os antitranspirantes fazem. Eles bloqueiam a transpiração dos poros, e acabam, assim, funcionando como desodorante. A maioria das marcas utiliza o cloridrato de alumínio (sais de alumínio). Quanto mais sais de alumínio, menos transpiração. Sem transpiração, não há mau cheiro. No entanto, criam-se outros problemas: o suor não é eliminado e as substâncias que deveriam ser expelidas com ele começam a ficar presas nos tecidos em volta da axila, inclusive as mamas; o próprio sal de alumínio que impede a transpiração começa a ser assimilado pela pele e se acumular nos tecidos, junto com as toxinas que não são eliminadas.

Portanto, “entupir” as axilas pode deixar você sem mal-cheiro por 24h, mas também por 24h você vai deixar de eliminar toxinas. O escurecimento das axilas também está relacionado ao alumínio presente nesses produtos. Detox é tão importante que já tem um livro que fala sobre a importância do detox antes de gerar um bebê, leia mais sobre o Método Brighton – detox para gerar um bebê saudável aqui.

Antiperspirantes

Já os antiperspirantes reduzem a transpiração, sem bloquear por completo a sudação. Para isso são usados em sua composição muitos adstringentes (alúmen- pouco usado, taninos, sulfato de zinco, sulfato de alumínio, cloreto de alumínio, hidrocloretos).

Os desodorantes propriamente dito não atuam como antitranspirantes. São constituídos por veículos (líquidos, sólidos, pastosos ou fluidos) contendo bactericidas ou bacteriostáticos.

A maioria deles contêm parabenos, que são utilizados como conservantes e estabilizantes. Asssim como o alumínio, também são absorvidos pela pele. Os parabenos são motivo de controvérsia e preocupação, pois se assemelham ao nosso hormônio estrogênio e embora a quantidade absorvida possa ser bem pequena, ao longo do tempo isto pode ser significativo e causar problemas mais graves para a saúde.

O Brasil é um dos países que mais usa desodorantes: cerca de 90% da população. Numa nação que não tem o hábito de ler rótulos, utilizar aleatoriamente e diariamente produtos químicos só agravam os problemas de saúde e de contaminação dos recursos naturais. E se você quer fazer a diferença e entender melhor os rótulos pode acessar o nosso Guia de Consumo de Cosméticos Saudáveis para as pessoas e o planeta (guia.caule.com.br) Mas a questão é: existe uma real necessidade ou as pessoas o fazem isso por hábito?

Porquê não usar esses produtos

Estudos apontam que a intoxicação dos tecidos pelo alumínio causa diversos problemas à saúde, como câncer de mama, a diminuição gradual da capacidade erétil do homem (redução da potência sexual masculina) e Alzheimer. Uma das pesquisas foi realizada por cientistas da Universidade de Keele (centro da Inglaterra) e publicada na revista científica “Journal of Inorganic Biochemistry”. De acordo com o estudo feito em 17 mulheres que tinham sido submetidas a uma mastectomia, foram encontrados nos tecidos mamários elevados níveis de alumínio, substância que compõe 90% dos agentes antitranspirantes. Os especialistas também observaram que as maiores concentrações de alumínio, substância que estudos anteriores relacionaram com o câncer de mama, se encontravam na zona do peito próxima às axilas. Justamente na área na qual geralmente se aplica este tipo de produtos e onde se detectam a maioria de tumores deste tipo.

O mesmo professor responsável por essa pesquisa, Christopher Exley, publicou um estudo na revista Frontiers in Neurology em que liga o alumínio ao Alzheimer.  Ele concluiu que o Alumínio tem a capacidade de alimentar os sintomas precoces da doença, causando uma reação mais agressiva na memória.

Zircônio

Outra pesquisa realizada na Universidade de Reading, pela Dra. Philippa Darbre, afirma que os ingredientes encontrados em muitos produtos de compostos de alumínio e zircônio podem desencadear o desenvolvimento de tumores, porque os compostos podem afetar os níveis hormonais, aumentando o risco de câncer. Além dessas duas substâncias o propilenoglicol é outro para redobrar o cuidado. Quando combinado com outros produtos químicos, esta substância pode ser absolutamente perigosa e está associada a danos no sistema nervoso central e câncer testicular em homens.

Pesquisas ainda não são conclusivas

A publicação mais recente sobre o assunto foi em setembro de 2016, no International Journal of Cancer. Um estudo Suíço estabeleceu uma ligação em camundongos entre câncer de mama e sais de alumínio, mais precisamente, acerca de sais de alumínio em antitranspirantes,  trazendo o assunto em evidência. No entanto, nenhum estudo epidemiológico realizado em seres humanos conseguiu estabelecer uma relação direta entre os sais de alumínio e o risco de câncer de mama.

O Instituto Nacional do Câncer (Inca) posiciona-se em acordo ao parecer técnico da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), que afirma não existir até o momento dados significativos na literatura científica que relacionem os sais de alumínio presentes na fórmula dos antitranspirantes com a incidência de câncer de mama. O Inca baseia-se no parecer da American Cancer Society, que é possível que alguns anti-perspirantes possam irritar a pele e infeccioná-la, o que pode levar à bacteremia (bactérias na corrente sanguínea) e choque se não tratado adequadamente, mas considera que ainda não há estudos suficientes nem conclusivos que comprovem a associação positiva entre a exposição a parabenos e a presença de danos no DNA que poderiam levar ao câncer.

Indústria farmacêutica com isso

Essa falta de interesse e estudos mais profundos que analisem essa relação entre doenças e o uso de antitranspirantes pode estar diretamente ligada ao poder da bilionária indústria cosmética. É bem explícito que essa indústria não vê conveniência em ter parte dos seus produtos ligados ao aumento da incidência do câncer de mama.

Embora essas indústrias e até instituições médicas ressaltem que ainda não há uma conclusão sobre isso, sabemos que a pele absorve no nosso organismo tudo o que passamos sobre ela, então optar por substâncias menos poluentes no organismo e no meio ambiente serão sempre a melhor alternativa. Na dúvida, é melhor evitar o risco e usar desodorantes naturais!

Os desodorantes naturais estão ganhando força

Essa conscientização ganha força quando personalidades militam na causa da beleza natural. A atriz americana Cameron Diaz declarou que não usa desodorantes há mais de 20 anos. E isso não prejudica seus hábitos de higiene. Como foi dito, atualmente é muito mais fácil ter acesso a desodorantes naturais, feitos à base de óleos essenciais, sem parabenos, alumínio e substâncias prejudiciais. Desodorantes que são capazes de neutralizar odores com a mesma eficácia de um desodorante comum. E esses desodorantes ainda podem ser veganos e  cruelty-free (produtos que não realizam testes em animais) como os que selecionamos. Consumir esse tipo de produto é incentivar empresas que respeitam o meio ambiente e priorizam bem estar socioambiental em todo o ciclo do produto.

Desodorantes naturais: spray

Hoje existem diferentes tipos de desodorantes naturais: roll-on, stick, para borrifar ou cremes. A preferência de quem usa decide sobre a escolha. A maioria usa como agentes ativos diversos óleos essenciais, alguns contém álcool, outros bicarbonato de sódio. Em geral, não contêm conservantes e quase sempre, seu efeito é mais suave do que o dos produtos convencionais,. Ou seja, provavelmente precisará aplicar mais vezes. De acordo com eventuais susceptibilidades ou preferências de cheiros, você vai encontrar desodorantes naturais que funcionam para você. Se quiser conversar sobre o assunto, mande e-mail para caule@caule.com.br!

E agora…

🧺 clique aqui e veja os desodorantes que selecionamos pra você na nossa loja com produtos de higiene, beleza e limpeza ecológicos e acessórios lixo zero. Tudo pra deixar sua vida e o mundo melhor!

👯‍♀ clique aqui para conferir lojas e mulheres que revendem aí perto para deixar a sua vida, a delas e o mundo melhor!

🙆🏻‍♀📦💁🏽‍♀ clique aqui e revenda – seja uma Agente de Beleza Integral para levar essas alternativas mais saudáveis e sustentáveis para todos e todas ao seu redor.

Outros posts relacionados:

Câncer e beleza natural – prevenção e cuidado

Desodorante ou antitranspirante, você usa?

Disruptores endócrinos nos produtos de higiene e beleza

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *